A ideia era que ela fosse treinada para detectar explosivos, mas a cadelinha Lulu, da raça Labrador, não conseguiu acompanhar os trabalhos da CIA e acabou demitida pela agência dos Estados Unidos.

Nas postagens feitas pela CIA no twitter, a agência disse que a cadelinha não estava feliz e que o treinamento não estava dando certo.

Ainda de acordo com a agência, o desinteresse de Lulu já começou após as primeiras semanas de treinamento. Os agentes responsáveis pelo trabalho disseram que foi preciso paciência já que “assim como pessoas, filhotes têm dias bons e ruins no trabalho”.

Depois de um tempo eles perceberam que a cachorrinha definitivamente não estava satisfeita. Nem as comidas e brincadeiras animavam Lulu.

“Sentiremos falta de Lulu, mas esta foi a decisão certa para ela. Desejamos o melhor em sua nova vida”, diz uma das mensagens de despedida.

Lulu hoje vive na casa de um dos treinadores da CIA ao lado de outro labrador, Harry. Desempregada, porém feliz.

*Fotos: Reprodução/Twitter/CIA

LEIA TAMBÉM:

Cães policiais: veja como os animais são treinados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *