Qualquer comemoração é motivo para soltar fogos de artifício e bombas. E quem mais sofre com o barulho são os nossos pets. Alguns morrem de medo e outros ficam extremamente estressados. De acordo com a médica veterinária Flávia Uzeda, isso acontece porque a audição deles é muito mais sensível do que a nossa.

“Os humanos conseguem ter uma sensibilidade na faixa de 16 a 20 mil hz, e os cães de 10 a 40 mil hz, então tanto os sons mais baixos, quanto os mais altos eles conseguem absorver. Com uma audição 4 vezes maior que a nossa isso já basta para criar um estímulo muito maior”, explica.

Deixar os pets que têm medo sozinhos em casa pode ser um risco. Nesse período do ano muitos animais fogem dos seus lares tentando se esconder do barulho. Outros se machucam de desespero. Por isso, o ideal é deixar o animal em um lugar seguro, onde ele não tente fugir e acabe se ferindo.

Proteção auditiva

Usar algodões comuns nos ouvidos do pet para tentar diminuir o barulho dos fogos não vai adiantar. Dar florais para ele se acalmar apenas no dia do Réveillon também não funciona. Existem protetores específicos para ouvidos dos cães, e os florais devem ser dados com um tempo de antecedência. Mesmo assim nem sempre dá resultado.

Adestramento

O ideal mesmo é adestrar seu pet desde filhote para que ele não se incomode com barulhos, sejam eles de bomba, trovão ou até mesmo do secador. De acordo com Rafael Ramos, adestrador profissional, existem aplicativos que disponibilizam alguns sons que ajudam nessa ambientação.

Cães adultos

No caso dos cães adultos, o ideal é que eles sejam colocados em um ambiente mais isolado, onde eles se sintam seguros, com brinquedos e até um som ambiente para amenizar o barulho que vem de fora. Além disso, existem no mercado sprays de feromônio sintético, que se assemelha à sensação de tranquilidade e de se sentir em casa, como colo de mãe. Os animais ficam bem tranquilos.

Na hora dos fogos

De acordo com o adestrador existem pesquisas que apontam que passar por um problema tendo ajuda é mais fácil. Por isso, se seu cão estiver assustado, faça carinho nele e mostre que a situação está sob controle. Brinque com ele e tente mudar o foco.

Veja o vídeo no nosso canal do YouTube:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *