ABPA-BA tem gastos mensais de R$33 mil e não tem dinheiro para realizar a obra

O trabalho do maior e mais antigo abrigo de animais de Salvador está ameaçado.

O muro da frente do Abrigo São Francisco de Assis, administrado pela Associação Brasileira Protetora dos Animais – Bahia, corre o risco de cair em cima de pelo menos cinco canis e levar junto a quarentena, onde ficam os animais que estão se recuperando de procedimentos cirúrgicos ou que acabaram de ser abandonados e precisam ficar isolados.

De acordo com a voluntária Urania Almeida, a estrutura do Abrigo é antiga e quando ele foi construído, na década de 90, em um terreno de cerca de 500m², não houve o cuidado necessário durante a obra.

“O poste que fica próximo a entrada no abrigo está torto. A gente percebe um declive na rua. Não houve fundação, o solo está descendo, tá tudo caindo”, afirma.

Área afetada

Os canis interditados no Abrigo ficam na área da quarentena e eles estão colados com o muro que ameaça cair.

“Nós não podemos acolher nenhum animal sem o espaço da quarentena. A gente não sabe se o cachorro ou gato resgatado tem algum problema de saúde, e colocá-los juntos dos outros animais antes de fazer os exames é muito arriscado. A saúde do abrigo depende da quarentena”, explica Urania.

Além disso, o espaço também serve para que os animais que passaram por algum procedimento cirúrgico, como a castração, fiquem isolados para se recuperar.

“São espaços menores para que os animais não consigam se mexer tanto e correr o risco de partir os pontos, por exemplo. Eles são cobertos de azulejos para que a higienização aconteça de forma regular e evitar infecções”, detalha.

Manutenção

O Abrigo São Francisco de Assis cuida hoje de cerca de 300 animais, entre cães e gatos, e sobrevive única e exclusivamente de doações.

Os gastos mensais passam de R$33 mil, e nem sempre eles conseguem arrecadar esse dinheiro para pagar as contas.

“Nós não temos dinheiro para pagar um profissional para ficar à frente da obra e não temos dinheiro para comprar os materiais para reforma. Por isso nós precisamos juntar o maior número de pessoas que estejam dispostas a ajudar, seja doando material, dinheiro ou experiência profissional para nos auxiliar nessa empreitada”, diz Urania.

Como ajudar

Para ajudar com a manutenção do Abrigo São Francisco de Assis doações podem ser feitas nas contas bancárias do Banco do Brasil (Ag: 4278-1 CC: 90517-8) ou Bradesco (Ag.: 0662/ CC.: 4354-0).

A ABPA-BA recebe também doações de material de limpeza, de ambulatório, ração úmida, areia higiênica para gatos e papelões grandes, abertos e limpos para forrar o chão dos animais.

Quando a obra for iniciada o Abrigo também poderá receber doações de material de construção.

Os interessados podem entrar em contato com os voluntários da ABPA-BA através do site www.abpabahia.org.br ou e-mail contato@abpabahia.org.br.

LEIA TAMBÉM:

Saiba como ajudar o abrigo São Francisco de Assis